"Profissionalismo, qualidade e disponibilidade são as palavras que para nós melhor definem a AMU.bio.
Obrigada pelo apoio prestado, tem sido muito interessante trabalhar convosco."

Maria Prada / Julio Portela
Sweet Green (3ha)

Espécies

  • Absinto
    Planta aromática usada há séculos como repelente.
  • Absinto "Powis Castle"
    É um híbrido entre a artemisia absinthium e a artemisia aborescens.
  • Alecrim Comum
    Espalhe em churrascos, sobre as brasas do carvão aceso, perfumando a carne e difundindo um agradável odor no ambiente.
  • Alecrim Rasteiro
    Pouca gente conhece a variedade de alecrim rasteiro que é cultivada como planta ornamental.
  • Alfazema
    Muito cultivada para a extração de seu óleo essencial, muito utilizado em perfumaria e produtos de higiene.
  • Alfazema 'allardi'
    Esta planta surge do cruzamento da alfazema dentata com a alfazema angustifolia.
  • Alfazema dentada
    São produzidas em escala industrial para obtenção de óleo essencial para o fabrico de cosméticos, perfumes, fármacos, etc,.
  • Arméria Marítima
    É uma planta resistente e de longa duração, apresenta belas flores de cor rosada.
  • Babosa / Aloé vera
    Também conhecida como Babosa, a Aloé Vera tem vindo a ser utilizada como planta medicinal desde as civilizações antigas.
  • Calêndula
    Também conhecida como "maravilha", é um excelente inseticida natural.
  • Camomila
    A palavra camomila tem origem no termo grego "chamaimelon" que significa "macieira rasteira.
  • Capuchinha
    A Capuchinha é uma planta comestível rica em vitamina C.
  • Cardo Penteador
    As suas influrescências eram utilizadas para cardar a lã, daí o seu nome.
  • Cidreira
    Muito utilizada para garantir uma boa noite de sono.
  • Coentros
    São indispensáveis na culinária portuguesa.
  • Cravo Túnico
    A flor desta planta é comestível.
    Pode ser utilizada na confecção de variadas saladas e pratos.
  • Echinacea
    É capaz de aumentar a capacidade de resposta do sitema imunitário.
  • Echinacea angustifolia
    A echinacea age como um antibiótico natural.

    É muito utilizada na medicina tradicional nos dias de hoje.
  • Erva Príncipe
    Planta cuja popularidade em Portugal valeu estrelas de Ouro a duas marcas portuguesas no concurso internacional "Great Taste Awards".
  • Erva-do-caril
    O óleo da erva-do-caril é muito raro e precioso, sendo o anti-hematoma mais potente e conhecido na atualidade.
  • Estragão Francês
    Também conhecido como erva-dragão, é um tempero muito típico na culinária francesa.
  • Funcho
    Esta planta é espontânea nos Açores e na Madeira.
  • Hipericão-do-Gerês
    É talvez a única planta portuguesa com o nome de uma região.
  • Hissopo
    Planta com os mais variados usos medicinais.
  • Hortelã da ribeira
    Especialmente popular no Algarve, onde é utilizada como erva aromática para temperar as caldeiradas.
  • Hortelã Maçã
    Apresenta uma mistura de aromas similares aos da maçã e do ananás.
  • Hortelã mourisca
    De sabor forte e mentolado, exala um perfume intenso.
  • Hortelã-Ananás
    Com um leve aroma a ananás, é ótima para usar em saladas, saladas de fruta e refrescos.
  • Hortelã-Chocolate
    Aroma adocicado e refrescante, que parece mesmo o do popular chocolate "After Eight".
  • Hortelã-Pimenta
    Muito usada no fabrico de pastilhas elásticas e pastas dentífricas.
  • Hortelã-vulgar
    Um dos seus usos mais populares é enquanto planta medicinal.
  • Incenso
    A sua variedade mais cultivada é o Incenso-bastardo (Plectranthus forsteri marginatus), cujo nome advém da sua atraente folhagem verde com margens brancas.
  • Incenso bastardo
    Planta perene que liberta um agradável e intenso aroma.
  • Lavandin
    Possui uma das fragrâncias mais fortes entre as lavandulas.
  • Limonete / Lúcia-lima
    Das plantas mais procuradas para infusões em Portugal, valeu a uma marca portuguesa o prémio mais alto do maior e mais prestigiado concurso mundial de produtos alimentares.

  • Loureiro
    Símbolo de nobreza e de imortalidade, as extremidades do loureiro têm propriedades terapêuticas há muito reconhecidas.
  • Manjericão
    Utilizado na tradicional pizza Margherita e como ingrediente básico do pesto genovês.
  • Manjericão Roxo
    Usado na culinária dá um toque especial aos pratos pois as suas folhas possuem uma bela coloração.
  • Manjerona
    Apresenta sabores doces de citrino e de pinho.
  • Medronheiro
    Também  conhecido como "morango do outono"
  • Murta
    As suas folhas apresentam um cheiro semelhante ao das folhas de laranjeira.
  • Orégãos
    Rico em vitamina C e em óleos esenciais.
  • Perpétua Roxa
    As flores desta planta são consideradas um exelente expectorante.
  • Perpétuas-das-areias
    É frequente encontrá-la em terrenos incultos, sítios secos/arenosos, soalheiros e na orla de estradas e caminhos.
  • Poejo
    Uma das espécies mais conhecidas do género Mentha. O seu óleo essencial é venenoso, sendo especialmente perigoso para grávidas.
  • Rosmaninho
    O mais apreciado produto desta planta é o mel, existem várias regiões de Portugal especialistas na produção de mel de rosmaninho.
  • Sabugueiro
    O Sabugueiro é uma planta medicinal muito utilizada para tratar gripes ou constipações.
  • Salva Ananás
    Apresenta caules peludos, flores de cor vermelha tubulares e um aroma singular a ananás.
  • Salvia
    A palavra sálvia deriva do latim salvere, que significa "estar de boa saúde".
  • Segurelha
    Combina na perfeição com todas as leguminosas na culinária.
  • Stevia
    A sua folha seca é 10 vezes mais doce que o açúcar de cana e muito mais saudável.
  • Tomilho bela luz
    Também conhecido como sal-puro ou sal-purinho, por ser muito usado na cozinha como substituto do sal.
  • Tomilho comum
    Usado como condimento e como erva medicinal, é cultivado há milhares de anos.
  • Tomilho laranja
    Planta com um agradável aroma cítrico, que faz lembrar o da laranja.
  • Tomilho limão
    Tem um delicioso aroma a limão.
  • Tomilho poêjo
    Possui folhas extremamente aromáticas e belas flores rosa e lilás.
  • Tomilho serpão
    Muito utilizado e conhecido nas regiões beirãs.

Tomilho comum

Thymus vulgaris

É uma das ervas aromáticas mais antigas a ser cultivada.

Da família Lamiaceae, é um arbusto que possui folhas pequenas, lineares ou lanceoladas, e flores róseas ou esbranquiçadas.

É especialmente cultivado como condimento e pelo óleo essencial rico em timol.

Qtd
Quantidade Preco unitário *
Até 5000 0,20€
A partir de 5001 0,19€
Qtd
Quantidade Preco unitário *
Até 10 1,18€
11 a 50 1,10€
A partir de 51 0,94€
Qtd
Quantidade Preco unitário *
Até 10 1,65€
11 a 50 1,31€
A partir de 51 1,13€
Qtd
Quantidade Preco unitário *
Até 10 2,37€
11 a 50 1,88€
A partir de 51 1,69€
* Aos valores apresentados acresce o IVA à taxa legal em vigor.
Cultivo

O tomilho pode ser propagado por sementes ou por estacaria, sendo este último método o preferido, uma vez que o cultivo por sementes exige mais tempo para o crescimento das plantas e início da colheita.

As sementes podem ser plantadas diretamente num local definitivo da horta, mas uma vez que são muito pequenas, o ideal é semear em sementeiras e transplantar as mudas quando têm 4 pares de folhas definitivas. A germinação das sementes leva de uma a três semanas.

A propagação por estacaria, ou seja, por ramos cortados de plantas adultas saudáveis, é o método ideal porque produz plantas que são idênticas à planta mãe e estas exigem menos tempo para crescerem até à colheita. Este processo traduz-se no corte de ramos, mergulhando a sua metade inferior num recipiente com água até que surjam as raízes.

Posteriormente plantam-se num local definitivo, ou em vasos mantidos bem húmidos por três ou quatro semanas.

O espaçamento entre as plantas deve ser geralmente de 15 cm a 20 cm.

O tomilho também pode ser facilmente cultivado em jardineiras e vasos.

É importante que retire plantas invasoras que estejam a consumir os seus nutrientes e recursos e tendo em conta que se trata de uma planta perene, pode ser cultivada por muitos anos mas torna-se lenhosa com a idade, a sua produtividade será maior se as plantas forem renovadas a cada dois ou três anos.

História

O nome thymus vem da palavra grega thymon que significa "coragem", sendo esta planta símbolo de coragem, actividade, bravura, felicidade, energia e afecto.

- A mais antiga referência ao tomilho remonta à Suméria, onde já no terceiro milénio a.C. o tomilho, seco e reduzido a pó, era misturado com pêras, figos e água, e com esta pasta faziam-se cataplasmas.

- No antigo Egipto, o tomilho era utilizado como medicamento e também no embalsamento das múmias.

- Os Gregos perfumavam-se com esta planta e, segundo conta a lenda, as abelhas do monte Himete - que pousaram nos lábios de Platão para lhe dar a sua eloquência - produziam um delicioso mel de tomilho. O célebre médico Galeno diz ter copiado do templo de Asclépio (o deus grego da Medicina), na ilha de Cós, uma fórmula antiga atribuída a Hipócrates que era composta por tomilho, salsa, funcho e anis, plantas que eram depois reduzidas a pó e misturadas no vinho.

- Na Roma antiga, era hábito espalhar-se tomilho pelo chão para perfumar a casa, queimavam-se ramos da planta para afastar os maus espíritos (ou os demónios), e com ela enfeitavam-se também os queijos.

- Na Idade-Média, Santa Hildegarda - que viveu no séc. XII - recomendava o tomilho para tratar a lepra, a paralisia, e também contra os piolhos.

- No séc. XVII, havia quem dissesse que o tomilho dissipava a melancolia e evitava os pesadelos.


  

Utilização

Na culinária, quer fresco ou seco, o sabor ligeiramente picante do tomilho faz maravilhas no tempero de saladas, marinadas, assados, grelhados, guisados e tantos outros pratos.

Há quem o utilize também na confeção de licores.
Os monges beneditinos são conhecidos pelo famoso elixir que fabricam, do qual um dos ingredientes é o tomilho.
No jardim é empregue para cobrir o solo e evitar a propagação das ervas daninhas, com a vantagem de ter um odor agradável.

O tomilho é igualmente muito usado em perfumaria, especialmente no fabrico de sabonetes.
E, ainda hoje, como antigamente, queima-se esta planta para perfumar as casas (pots- pourris) e até as igrejas.

No que toca aos fins medicinais, graças aos seus componentes, este possui propriedades anti-sépticas e exerce uma ação notável sobre estados febris, tosses (convulsa) e bronquites.

As suas infusões tratam problemas das vias respiratórias superiores, como tosse, dor de garganta, bronquite, constipações, gripe e sinusite.

É eficaz nas dores de garganta e aftas.

Em spray pode ser usado para desinfeção de superfícies e como possui um efeito repulsivo, o spray também pode ser utilizado contra os insetos.

Fontes Documentos




Tomilho serpão

Muito utilizado e conhecido nas regiões beirãs.

tomilho poejo

Tomilho poêjo

Possui folhas extremamente aromáticas e belas flores rosa e lilás.

tomilho limão

Tomilho limão

Tem um delicioso aroma a limão.

tomilho laranja

Tomilho laranja

Planta com um agradável aroma cítrico, que faz lembrar o da laranja.

bela luz

Tomilho bela luz

Também conhecido como sal-puro ou sal-purinho, por ser muito usado na cozinha como substituto do sal.