Whatsapp
Redes Sociais
Redes Sociais
biofusao
"Qualidade nos produtos, profissionalismo e dedicação são o retrato desta empresa. Agradecemos a vossa disponibilidade e rapidez na resposta às nossas necessidades."

Andreia Ribeiro
Biofusão (2.8ha)
Ebook Ervas Aromáticas

Espécies

  • Absinto
    Planta aromática usada há séculos como repelente.
  • Absinto "Powis Castle"
    É um híbrido entre a artemisia absinthium e a artemisia aborescens.
  • Alecrim Comum
    Espalhe em churrascos, sobre as brasas do carvão aceso, perfumando a carne e difundindo um agradável odor no ambiente.
  • Alecrim Rasteiro
    Pouca gente conhece a variedade de alecrim rasteiro que é cultivada como planta ornamental.
  • Alfazema
    Muito cultivada para a extração de seu óleo essencial, muito utilizado em perfumaria e produtos de higiene.
  • Alfazema 'allardi'
    Esta planta surge do cruzamento da alfazema dentata com a alfazema angustifolia.
  • Babosa / Aloé vera
    Também conhecida como Babosa, a Aloé Vera tem vindo a ser utilizada como planta medicinal desde as civilizações antigas.
  • Calêndula
    Também conhecida como "maravilha", é um excelente inseticida natural.
  • Camomila
    A palavra camomila tem origem no termo grego "chamaimelon" que significa "macieira rasteira.
  • Capuchinha
    A Capuchinha é uma planta comestível rica em vitamina C.
  • Cardo
    É utilizado como coagulante na produção de vários queijos.
  • Cardo Penteador
    As suas influrescências eram utilizadas para cardar a lã, daí o seu nome.
  • Cavalinha
    A cavalinha pertence à família Equisetaceae e carateriza-se por ser uma planta herbácea vivaz.

    É uma planta medicinal à qual são atribuídas propriedades terapêuticas e minerais essenciais para a saúde, além de atuar no combate a gripes e constipações e ter muitas vantagens para o organismo.


  • Cidreira
    Muito utilizada para garantir uma boa noite de sono.
  • Coentros
    São indispensáveis na culinária portuguesa.
  • Cravo Túnico
    A flor desta planta é comestível. Pode ser utilizada na confecção de variadas saladas e pratos.
  • Echinacea
    É capaz de aumentar a capacidade de resposta do sitema imunitário.
  • Echinacea angustifolia
    A echinacea age como um antibiótico natural. É muito utilizada na medicina tradicional nos dias de hoje.
  • Erva Príncipe
    Planta cuja popularidade em Portugal valeu estrelas de Ouro a duas marcas portuguesas no concurso internacional "Great Taste Awards".
  • Erva-do-caril
    O óleo da erva-do-caril é muito raro e precioso, sendo o anti-hematoma mais potente e conhecido na atualidade.
  • Estragão Francês
    Também conhecido como erva-dragão, é um tempero muito típico na culinária francesa.
  • Funcho
    Esta planta é espontânea nos Açores e na Madeira.
  • Hipericão-do-Gerês
    É talvez a única planta portuguesa com o nome de uma região.
  • Hissopo
    Planta com os mais variados usos medicinais.
  • Hortelã da ribeira
    Especialmente popular no Algarve, onde é utilizada como erva aromática para temperar as caldeiradas.
  • Hortelã Maçã
    Apresenta uma mistura de aromas similares aos da maçã e do ananás.
  • Hortelã mourisca
    De sabor forte e mentolado, exala um perfume intenso.
  • Hortelã-Ananás
    Com um leve aroma a ananás, é ótima para usar em saladas, saladas de fruta e refrescos.
  • Hortelã-Chocolate
    Aroma adocicado e refrescante, que parece mesmo o do popular chocolate "After Eight".
  • Hortelã-Pimenta
    Muito usada no fabrico de pastilhas elásticas e pastas dentífricas.
  • Hortelã-vulgar
    Um dos seus usos mais populares é enquanto planta medicinal.
  • Incenso
    A sua variedade mais cultivada é o Incenso-bastardo (Plectranthus forsteri marginatus), cujo nome advém da sua atraente folhagem verde com margens brancas.
  • Incenso bastardo
    Planta perene que liberta um agradável e intenso aroma.
  • Lavandin
    Possui uma das fragrâncias mais fortes entre as lavandulas.
  • Limonete / Lúcia-lima
    Das plantas mais procuradas para infusões em Portugal, valeu a uma marca portuguesa o prémio mais alto do maior e mais prestigiado concurso mundial de produtos alimentares.

  • Loureiro
    Símbolo de nobreza e de imortalidade, as extremidades do loureiro têm propriedades terapêuticas há muito reconhecidas.
  • Manjericão
    Utilizado na tradicional pizza Margherita e como ingrediente básico do pesto genovês.
  • Manjericão Roxo
    Usado na culinária dá um toque especial aos pratos pois as suas folhas possuem uma bela coloração.
  • Manjerona
    Apresenta sabores doces de citrino e de pinho.
  • Medronheiro
    Também  conhecido como "morango do outono".
  • Murta
    As suas folhas apresentam um cheiro semelhante ao das folhas de laranjeira.
  • Orégãos
    Rico em vitamina C e em óleos esenciais.
  • Perpétua Branca
    Ideal para atrair arranjos de flores secas e para atrair borboletas. Também pode ser utilizada no tratamento de constipações.
  • Perpétua Roxa
    As flores desta planta são consideradas um excelente expectorante.
  • Perpétua Vermelha
    Possui propriedades que atuam ao nível da garganta e da voz.
  • Perpétuas-das-areias
    É frequente encontrá-la em terrenos incultos, sítios secos/arenosos, soalheiros e na orla de estradas e caminhos.
  • Poejo
    Uma das espécies mais conhecidas do género Mentha. O seu óleo essencial é venenoso, sendo especialmente perigoso para grávidas.
  • Rosmaninho
    O mais apreciado produto desta planta é o mel, existem várias regiões de Portugal especialistas na produção de mel de rosmaninho.
  • Sabugueiro
    O Sabugueiro é uma planta medicinal muito utilizada para tratar gripes ou constipações.
  • Salva Ananás
    Apresenta caules peludos, flores de cor vermelha tubulares e um aroma singular a ananás.
  • Salvia
    A palavra sálvia deriva do latim salvere, que significa "estar de boa saúde".
  • Segurelha
    Combina na perfeição com todas as leguminosas na culinária.
  • Stevia
    A sua folha seca é 10 vezes mais doce que o açúcar de cana e muito mais saudável.
  • Tomilho bela luz
    Também conhecido como sal-puro ou sal-purinho, por ser muito usado na cozinha como substituto do sal.
  • Tomilho comum
    Usado como condimento e como erva medicinal, é cultivado há milhares de anos.
  • Tomilho laranja
    Planta com um agradável aroma cítrico, que faz lembrar o da laranja.
  • Tomilho limão
    Tem um delicioso aroma a limão.
  • Tomilho poêjo
    Possui folhas extremamente aromáticas e belas flores rosa e lilás.
  • Tomilho serpão
    Muito utilizado e conhecido nas regiões beirãs.
cidreira

Cidreira

Melissa officinalis

A erva cidreira é uma planta perene herbácea da família da menta, da hortelã e do boldo (Lamiaceae).

O seu sabor e aroma característicos, frutado, de limão, principalmente nas folhas, deriva do seu óleo essencial do grupo dos terpenos (principalmente monoterpenos: carvacrol, p-cimeno, citral - geraniol e nerol - cânfora, etc.).

De pequenas folhas verdes com pontas arredondadas, a erva cidreira floresce no final do Verão.

As suas flores de pequenas dimensões e cor esbranquiçada ou róseas atraem as abelhas, daí o seu nome científico, Melissa, que provém do grego e significa "abelha".

Nas regiões temperadas, os caules secam durante o Inverno, rejuvenescendo na primavera.

Esta planta pode atingir uma altura de cerca de 50 cm.

<b>Vaso 0.5L</b> - Altura da planta varia entre 7cm a 15 cm Vaso 0.5L - Altura da planta varia entre 7cm a 15 cm
<b>Vaso 0.8L</b> - Altura da planta varia entre 10cm a 25cm Vaso 0.8L - Altura da planta varia entre 10cm a 25cm
Qtd
Quantidade Preco unitário *
Até 5000 0,23€
A partir de 5001 0,22€
Qtd
Quantidade Preco unitário *
Até 5000 0,15€
A partir de 5001 0,13€
Qtd
Quantidade Preco unitário *
Até 10 1,36€
11 a 50 1,27€
A partir de 51 1,10€
Qtd
Quantidade Preco unitário *
Até 10 1,86€
11 a 50 1,49€
A partir de 51 1,30€
Qtd
Quantidade Preco unitário *
Até 10 2,62€
11 a 50 2,10€
A partir de 51 1,90€
* Aos valores apresentados acresce o IVA (6%) à taxa legal em vigor.
Cultivo

Sendo uma planta delicada, desenvolve-se melhor à sombra ou se plantada na horta, com exposição para leste, recebendo sombra à tarde. Aprecia solo humoso e fértil, bem drenado.

A propagação pode ser feita por sementeira para posterior transplante, mas como raramente surgem flores, o método mais usado de propagação é a estacaria. 

Para propagar a erva cidreira através de estacaria, deve cortar os ramos jovens e plantá-los em cultivo coletivo em caixotes ou bandejas com substrato leve do tipo casca de arroz máscaras faciais, loções de beleza e perfumes.

Na culinária, a erva cidreira é acrescentada a carnes, saladas, marinadas, verduras, geleias, pudins, guarnições, vinagres, licores (Beneditino e Chartreuse). Neste caso, ao contrário dos chás, é privilegiado o uso de folhas frescas, consideradas mais saborosas.

História

O uso da erva-cidreira é muito antigo, tendo inclusivamente referências na literatura, nomeadamente na Odisseia, de Homero.

A autora Rosy L. Bornhausen enumera uma elevada quantidade de usos para a erva, tanto domésticos como mágicos, pois está envolvida em muitas superstições. Esta autora conta que a erva-cidreira era a planta preferida dos árabes e que estes a usavam como medicamento e alimento. Durante a colonização dos Estados Unidos, era o chá preferido das inglesas saudosas da sua terra e um remédio para o dia-a-dia.

A cultura popular atribui a esta planta o poder de fortalecer o amor e ajudar as pessoas a encontrá-lo.

Utilização

Possui uma grande lista de propriedades benéficas para a saúde, mas a mais conhecida talvez seja a calmante. O citral, um dos principais componentes do seu óleo essencial, é o responsável pela ação sedativa da erva cidreira.

A erva cidreira é um hipotenso moderado que pode diminuir palpitações do coração. O seu óleo essencial atua na parte do cérebro que controla o sistema nervoso autónomo e protege o cérebro de receber estímulos externos excessivos.

O chá de cidreira, além de relaxar e induzir a pessoa ao sono, é indicado para o tratamento da ansiedade, depressão, epilepsia, perturbações nervosas, insónias, histeria, enxaqueca, hipocondria, vertigem e outros distúrbios.

O chá de erva-cidreira, ao mesmo tempo que traz benefícios para o sistema nervoso, possui ainda propriedades medicinais carminativas que beneficiam o sistema digestivo, combatendo vários distúrbios intestinais, como flatulência e cólicas.

Na medicina alternativa, é usada em compressas para inchaços e aplicada a eczema e dores de cabeça. É utilizada ainda em forma de erva de banho e em óleos de massagem, máscaras faciais, loções de beleza e perfumes.

Na culinária, a erva cidreira é acrescentada a carnes, saladas, marinadas, verduras, geleias, pudins, guarnições, vinagres, licores (Beneditino e Chartreuse). Neste caso, ao contrário dos chás, é privilegiado o uso de folhas frescas, consideradas mais saborosas.


Fontes Documentos